NATUREZA MORTA

       SUTILEZA EXPOSTA

 

    NATUREZA EXPOSTA

 

             

              SUTILEZA MORTA

CORPO PRIMITIVO

SELVAGEM

RITMOS

RITUS

22.12.2020

-23.532300084515146

-46.65282454099178

TERRA FÉRTIL

O FEMININO SANGRA

FERIDA ABERTA

FISSURA

VULVA

HISTÓRIA SOTERRADA

SILENCIAMENTO DOS CORPOS

FENDA NOS MUROS

CONCRETOS

DO PATRIARCADO

NAS ESTRUTURAS

DISCIPLINADORAS

COLONIZADORAS

A MULHER É BRECHA

B R U X A 

Natureza Morta é um processo que tem por intenção dar corpo-voz a um percurso de silenciamentos ao que diz respeito do ser mulher. O ponto de partida se deu através da referência do livro Calibã e a Bruxa, que remonta a raiz dessa história do corpo feminino e que traz uma conexão direta com os padrões sistêmicos atuais. 

A partir desse lugar, a criação caminhou através de um processo ritualístico, onde foi feita a coleta de materiais naturais secos, mortos de maneira a confeccionar artesanalmente instrumentos que foram utilizados como tortura, punição e feminicídio na idade média. 

 

Com a confecção desses instrumentos foi realizado uma vivência fotográfica que pudesse registrar e trazer à luz essa história soterrada que foi apagada dos livros e da memória.